In SAÚDE&NUTRIÇÃO on
30 de novembro de 2017

VOCÊ TEM FOME DE QUE?

Comer é um ato que envolve vários e vários fatores, não é mesmo? Tem função fisiológica, social, psicológica, espiritual. E, quando paramos pra pensar, a comida está envolvida em diversos momentos e contextos das nossas vidas. É em função disso, que muitas vezes, sem querer, ultrapassamos alguns limites, vamos além do que nosso corpo necessita.


Quando vamos além, será que é por que ainda estamos com fome? Ou seria impulso? Hoje em dia é comum as pessoas não saberem diferenciar fome de vontade de comer. E é aí que mora uma das chaves para o comer impulsivo.

Comer envolve todos os nossos cinco sentidos: o olfato, a audição, a visão, o paladar e o tato. Todos esses sentidos entram em ação e assim, nos proporcionam a explosão de prazer.

Sempre que comemos com fome, estamos comendo com a finalidade de nutrir nosso corpo. A fome física é ocasionada por uma necessidade energética do corpo e por isso, nos leva a comer qualquer tipo de alimento, fruto do instinto de saciar a fome. A vontade de comer é diferente e pode ser traduzida como fome emocional, pois é uma situação em que não é qualquer tipo de alimento que satisfaz, há seleção de um alimento específico, para saciar um desejo de algo que traga satisfação e conforto.

São diversos os gatilhos que podem levar uma pessoa a comer por impulso. Há quem fique comendo ao longo do dia, enquanto realiza diversas tarefas ao mesmo tempo; há quem coma quando passa por emoções desconfortáveis, como estresse, tristeza, depressão, como uma tentativa de trazer algum prazer para aquele momento; há quem coma pela simples razão de ter a presença de comida no mesmo ambiente em que se encontra.

É fato que na maior parte das situações, há uma busca por prazer no ato de comer. E então, o que será que está faltando exercitar em nossas vidas para que isso não se torne um hábito? O hábito de comer pra trazer algum prazer pode ser transformado? Sim!

Um dos melhores exercícios que podemos fazer para transformar isso é encontrar outros tantos prazeres que a vida pode nos proporcionar. Quando há alguma situação que se torna uma “deixa” para você buscar o prazer na comida, exercite a mudança de comportamento e pense: além do ato de comer, que outra ação posso realizar e que também me trará prazer?

Faça uma lista! Listas são ferramentas incríveis para te auxiliar, pois te instigam a colocar no papel coisas que muitas vezes você nunca parou para pensar e refletir. Liste 5 coisas! 5 ações, 5 atividades, 5 coisas, 5 lugares, enfim. Faça uma lista de 5 itens que te trazem prazer. Pode demorar pra você conseguir listar, mas quando você conseguir realizar esta tarefa, as coisas estarão muito mais claras na sua cabeça e ter prazer, além de comer, será muito mais fácil do que você imagina!

Um grande abraço,

Marússia Possamai

Nutricionista – CRN 10 3887

Previous Post Next Post

Leave a Reply

Veja também