In MODA on
1 de Fevereiro de 2016

Lucas Kubitschek exibe corpo sarado ao posar nu para Nudus Magazine

Recentemente realizei uma entrevista com o modelo Brasiliense Lucas Eduardo Kubitschek da Fonseca Filho, mas conhecido como Lucas Kubitschek, aquariano e que aos 27 anos de idade, já posou nu para a Nudus Magazine by André Carlos da qual eu também já realizei uma entrevista e clicando  AQUI você pode conferir a entrevista com o fotógrafo André Carlos e modelos da Nudus Magazine.





Você também pode se interessar por:

Começo perguntando sobre sua carreira de modelo: como começou?

Minha carreira de modelo começou de forma bem inusitada e despretensiosa. Fui recomendado por uma amiga a ir em uma agência para ser entrevistado. Chegando na agência, a entrevista foi feita e de lá, já fui fazer um ensaio fotográfico para um editorial estrangeiro. Desde então, passei por algumas agências de brasília, mudei meu perfil algumas vezes e, felizmente, tenho trabalhado melhor do que nunca.

O sucesso com o público vem desde criança?

Não considero como sucesso o que foi constituído por mim até o momento. Tenho certo reconhecimento regional mas não é nada tão relevante que possa ser chamado de sucesso ou fama. Tento manter a humildade e foco no progresso, tanto a nível profissional quanto pessoal. E respondendo à pergunta, só passei a ser reconhecido após passar a trabalhar como modelo, quando criança e jovem, eu era bem introvertido e tímido, inclusive.

Você passou por vários abalos psicológicos, como você se recuperou/superou deles?

Todos nós temos problemas, dificuldades e provações, e eu tento me condicionar a acreditar que, a cada dificuldade vencida, a cada barreira quebrada, a cada problema resolvido, nós ficamos mais fortes, mais sábios e mais humanos. Nossos problemas não são maiores nem menores, apenas diferentes. Nós tornamos os problemas algo grandioso ou ínfimo, só depende de nós mesmos.

Foto: Reprodução/ Instagram @andreccarlos

Depois de tudo que você passou, como você se descreveria?

Continuo a me sentir humano, suscetível a falhas, com medos e esperanças, sedento por alegrias, com mais conhecimento adquirido e, consequentemente, com mais dúvidas e curiosidades a respeito da vida e de como vivê-la.

Na sua opinião, o trabalho de modelo pode mesmo afetar a vida pessoal? Qual a chance disso ocorrer?

Todo trabalho pode afetar nossa vida, seja de forma positiva, com conquistas, realizações e progresso ou de maneira negativa com o stress, demandas e dificuldades impostas. O trabalho como modelo é cruel e difícil e, ao contrário do que muitos pensam, não é só “ter um rostinho bonito” que vai te fazer famoso, bem sucedido. O meio de moda é extremamente atrelado ao estereótipo e todas as cobranças, que são constantes, as vezes fazem com que o modelo não se sinta capaz, não se sinta suficientemente bom então, acredito sim que muitos sofram de depressão e distúrbios emocionais mas, em contrapartida, pode vir a ser uma forma de levantar a auto estima, aumentar a confiança em si, se sentir mais bonito e capaz. Tudo depende da forma com que se enfrenta essas dificuldades, assim como qualquer outra imposta pela vida.

Vamos falar sobre sua barba: estilo, opção ou o quê?

A princípio, foi desleixo e, posteriormente, passei a deixar crescer por ter feito uma promessa. Nesse meio tempo em que fui deixando a barba crescer, passaram a aparecer vários trabalhos, vários clientes interessados no meu perfil. Hoje em dia, mesmo é por conta da barba, tenho trabalhado muito mais do que antes.

Você se considera “obsessivo” pelo corpo perfeito?

Não, já fui muito mais regrado quanto a isso. Hoje em dia eu preso por me sentir bem comigo porém, não me privo de nada que eu goste em proveito de um corpo “perfeito”.

Foto: Reprodução/ Instagram @andreccarlos

Você é um dos modelos que estão presentes na Nudus Magazine do fotógrafo André Carlos. O que você pode nos adiantar sobre esse trabalho?

Eu não conhecia o André antes do ensaio para a Nudus. Simpatizei muito com a ideia e com a qualidade do trabalho dele. O resultado foi o visto no nosso ensaio!

Sobre posar nu, como você interpreta isso?

Fotografar é meu trabalho, seja vestido, seja nu, seja pintado, sozinho ou acompanhado. É trabalho, nada mais, nada menos do que isso.

Previous Post Next Post

Leave a Reply

Veja também